Traumas no tornozelo podem ser comuns, e causados por impactos em baixa velocidade. Até por isso é uma região delicada, que precisa ser tratada com cuidado

O nosso tornozelo é uma região complexa e importantíssima para a nossa sustentação e mobilidade. Até por isso, fraturas na região são até comuns. Elas ocorrem quando o pé é forçado para cima, para baixo ou para os lados, podendo fraturar em mais de um lugar, até mesmo em traumas de baixa velocidade.

Esses traumas geralmente envolvem o maléolo lateral, extremidade da fíbula na faca externa do tornozelo, o maléolo medial, extremidade da tíbia na face interna do tornozelo, ou o maléolo posterior, também na tíbia. Além disso, existe um risco de danificar os ligamentos que estabilizam o tornozelo.

Para os médicos que suspeitam de uma fratura, os principais sintomas são similares aos de outros traumas ósseos: dores, inchaço e a incapacidade de suportar peso. Isso pode ser identificado no exame físico, mas a radiografia é feita para confirmação da fratura. 

Para as fraturas estáveis na fíbula, o tratamento pode ser desde uma bota imobilizadora ou gesso, até tratamento cirúrgico, já as fraturas na tíbia precisam de cirurgia na maioria dos casos. Claro que, cada paciente e caso é diferente e possui as suas particularidades.

Algumas fraturas na região podem até mesmo parecer entorses graves. Essas são as fraturas por avulsão, que ocorrem quando o ligamento solta uma lasca de osso após uma grande aplicação de força. Até por isso, é sempre importante procurar um especialista quando sempre que tiver algum trauma torsional no tornozelo, mesmo se você não achar que possa ser algo tão grave.

Neste caso, você pode entrar em contato com a nossa equipe de mais do que médicos clicando aqui. Eles estarão prontos para te atender de forma humanizada, com expertise e o melhor que a medicina moderna tem a oferecer.